News

Tribunal do Paquistão suspende pena de prisão de Imran Khan em caso de presentes do Estado

QUEBRA,

Khan e sua esposa Bushra Bibi foram condenados cada um a 14 anos de prisão no caso em janeiro.

Um tribunal paquistanês suspendeu a pena de prisão do ex-primeiro-ministro Imran Khan num caso relacionado com a venda ilegal de presentes do Estado.

Khan e sua esposa Bushra Bibi foram condenados cada um a 14 anos de prisão no caso em 31 de janeiro – apenas uma semana antes das eleições de 8 de fevereiro, que o partido de Khan alega terem sido fraudadas.

O Tribunal Superior de Islamabad disse na segunda-feira que a sentença do casal permanecerá suspensa até que uma decisão seja tomada sobre o caso após os feriados do Eid.

A sentença tornou o casal inelegível para concorrer a cargos públicos por 10 anos, ao mesmo tempo que impôs uma multa de 787 milhões de rúpias (US$ 2,8 milhões) a cada um deles. Também ocorreu um dia depois de Khan ter sido condenado a 10 anos de prisão por revelar segredos de Estado.

Khan está preso desde agosto do ano passado por diversas acusações.

Mais por vir…

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button